segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Semana do meu bebê!

Oi gente!!! Essa semana terão postagens especiais!! É que meu filhão completa 4 anos e eu quero fazer algo especial... contar como tudo aconteceu... não, não vou dizer de onde vem os bebês, vou contar a história do MEU bebê!!!
Desde que me entendo por gente sonho em ter um filho. Sempre quis cuidar de alguém, amar e formar um ser humano digno. Todos os dias das mães que tinham aqueles comerciais lindos, eu sempre chorava de emoção.rsrsrsrs
Quando comecei a namorar o Marco, que ele me pediu em casamento, a primeira coisa que pensei foi se ele seria um bom pai. Nunca eu teria escolhido alguém que não compartilhasse esse sonho comigo, e graças a Deus, ele também queria muito.



Moramos juntos dois anos e depois casamos. Assim que isso aconteceu, decidimos que era a hora. Porém, como nem tudo são flores... Não conseguimos. Tentamos por dois anos e nada! Ficamos bastante frustados pois achávamos que era só parar de tomar a pílula que ele viria, mas não foi assim. Procuramos médicos que viram problemas nos dois. Eu, tinha ovário policístico, o que dificulta muuuito e ele, os espermatozóides não chegavam vivos ao meu útero. Nós víamos o nosso sonho se distanciando cada dia mais...

Eu, constantemente ouvia essa música e chorava.

O Filho Que Eu Quero TerMúsica

Toquinho e Vinicius de Moraes

É comum a gente sonhar, eu sei,

Quando vem o entardecer

Pois, eu também dei de sonhar

Um sonho lindo de morrer.

Vejo um berço e nele eu me debruçar

com um pranto a mim correr

e assim chorando acalentar

o filho que eu quero ter.

Dorme, meu pequenininho

Dorme, que a noite já vem

Teu pai está muito sozinho

De tanto amor que ele tem.

De repente eu o vejo se transformar

No menino igual a mim

Que vem correndo me beijar

Quando eu chegar lá de onde vim.

Um menino sempre a me perguntar

Um porquê que não tem fim

Um filho a quem só queira bem

E a quem só diga que sim.

Dorme, menino levado

Dorme, que a vida já vem

Teu pai está muito cansado

De tanta dor que ele tem.

Quando a vida enfim me quiser levar

Pelo tanto que me deu,

Sentir-lhe a barba me roçar

No derradeiro beijo seu.

E ao sentir também sua mão vedar

Meu olhar dos olhos seus,

Ouvir-lhe a voz a me embalar

Num acalanto de adeus.

Dorme, meu pai sem cuidado

Dorme, que ao entardecer

Teu filho sonha acordado

Com o filho que ele quer ter.



Continua amanhã...

4 comentários:

RaSena disse...

Que lindo, Talita!
os filhos, realmente, são a continuação de nossa história...
sem eles, a iluminar nossos caminhos - que graça teria?...
que felicidade deve ter sido este lindo presente que DEUS te deu!
bjkinhas com carinhos....

Vivian disse...

Talita, adoro love stores |!! Parabéns ao filhote


bjks

Mulher Única disse...

Nossa, já me emocionei com alinda história.
a palavra de Deus diz que os filhos são herança do Senhor, louvo a Deus pela vida do seu lido bebê!
BEIJOS E amanhã eu volto.

Andréa disse...

Olá Talita que linda a hitória de como tudo aconteceu...foi uma luta nê amiga, fico imaginando o que não passava em sua cabecinha nas tentativas de engravidar, mas Deus sabe o que fazer, agora vcs estão aí com um filhao lindo, com seus 4 aninhos, fazendo vcs rirem de suas baguncinhas...
Um beijão amiga pra vcs e que sua familia continue assim linda, cheia da benção de Deus.